Como estruturar um processo de compras: 11 passos!

Estruturar um processo de compras é essencial para garantir eficiência, transparência e controle nas aquisições de uma organização.


A estruturação eficaz de um processo de compras representa um pilar fundamental para o funcionamento eficiente, transparente e controlado das aquisições dentro de uma organização. Este processo inicia-se com o mapeamento cuidadoso das necessidades da empresa, uma etapa crucial para identificar de maneira precisa e abrangente os produtos ou serviços essenciais para diferentes setores da organização. Ao realizar essa análise, o setor de compras colabora ativamente com outros departamentos, assegurando uma compreensão aprofundada das demandas específicas de cada área.

Com isso, continue a leitura para saber como estruturar um processo de compras na sua empresa é muito importante.

Descubra nesses 11 passos como estruturar um processo de compras:

Mapeamento de necessidades:

O primeiro passo no processo de compras é identificar e mapear cuidadosamente as necessidades da organização. Isso envolve uma análise detalhada das demandas internas de produtos ou serviços, considerando especificações técnicas, quantidades necessárias e prazos de entrega.

Solicitação de compras:

Uma vez elaborada a solicitação de compra, ela deve passar por um processo de aprovação hierárquica. Isso garante que as aquisições estejam alinhadas com as políticas e orçamento da organização, proporcionando um controle rigoroso sobre as despesas.

Aprovação da solicitação:

Uma comunicação inadequada e falta de transparência dentro da empresa são ingredientes para o fracasso na gestão de compras. Quando os departamentos não compartilham informações sobre as necessidades futuras, mudanças nos padrões de consumo ou orçamentos disponíveis, a equipe de compras pode tomar decisões sem o conhecimento completo, levando a compras inadequadas.

Identificação de fornecedores:

A busca por fornecedores confiáveis é crucial para o sucesso do processo de compras. Este estágio envolve uma pesquisa abrangente para identificar potenciais parceiros comerciais que atendam aos requisitos de qualidade, preço e prazos de entrega estabelecidos.

Cotações e propostas:

Após a identificação dos fornecedores, a organização deve solicitar cotações ou propostas. Este processo visa comparar as ofertas recebidas, levando em consideração não apenas o preço, mas também a qualidade dos produtos ou serviços, prazos de entrega e outras condições contratuais.

Seleção de fornecedores:

Com base nas cotações e propostas recebidas, a organização deve realizar uma análise criteriosa para selecionar o fornecedor mais adequado. Este processo considera diversos critérios, como qualidade dos produtos, reputação do fornecedor, histórico de entrega e custo total de aquisição.

Ordem de compra:

Após a escolha do fornecedor, emite-se formalmente a ordem de compra. Este documento detalha todos os termos e condições da transação, incluindo descrição dos itens, quantidades, preços, prazos de entrega e condições de pagamento.

Recebimento e inspeção:

Ao receber os produtos ou serviços, a organização realiza uma inspeção detalhada para garantir a conformidade com as especificações estabelecidas na ordem de compra. Qualquer desvio deve ser comunicado ao fornecedor para correção imediata.

Faturamento e pagamento:

Após a conclusão da inspeção, a organização recebe a fatura do fornecedor. Antes do pagamento, é essencial verificar se a fatura está em conformidade com a ordem de compra e outros acordos estabelecidos. O pagamento é então realizado de acordo com as condições pré-acordadas.

Registro e avaliação:

Cada transação no processo de compras deve ser registrada de maneira adequada. Além disso, é crucial realizar uma avaliação do desempenho do fornecedor, considerando aspectos como qualidade dos produtos, cumprimento de prazos e eficácia no atendimento.

Melhoria contínua:

O processo de compras deve ser visto como dinâmico, sujeito a aprimoramentos contínuos. Identificar oportunidades de melhoria e implementar mudanças para otimizar a eficiência e reduzir custos é essencial para garantir uma gestão eficaz das aquisições.

Em resumo, estruturar um processo de compras envolve várias etapas cruciais para garantir eficiência, transparência e controle nas aquisições de uma organização. Inicialmente, é essencial mapear cuidadosamente as necessidades da empresa, colaborando com outros departamentos para uma compreensão abrangente das demandas específicas. A solicitação de compra, elaborada com base nesse mapeamento, passa por uma aprovação hierárquica antes de dar início à identificação de fornecedores qualificados.

A pesquisa e seleção de fornecedores são fundamentais, considerando critérios como qualidade, reputação, preços e condições contratuais. A negociação de contratos estabelece termos vantajosos para ambas as partes, seguida pela emissão formal de ordens de compra. A gestão de estoque, avaliação contínua de fornecedores e a atenção aos custos são práticas essenciais para garantir operações eficientes. Além disso, o setor de compras deve observar normas regulamentares, incorporar práticas sustentáveis e gerenciar riscos associados às aquisições. Ao promover inovação e melhoria contínua, o processo de compras torna-se um componente vital para o sucesso global da empresa.

Para implementar um sistema de compras de maneira eficiente e ágil, é crucial contar com sistemas específicos de gestão de compras, como o GOEVO SCM, que desempenha um papel fundamental ao automatizar e otimizar diversas etapas do processo, desde a solicitação até o pagamento. Isso resulta em um controle mais preciso sobre as aquisições, economizando tempo e minimizando erros. A incorporação do GOEVO SCM no ciclo de compras da sua empresa proporciona maior transparência, rapidez e eficácia, elementos essenciais para o sucesso e a estabilidade financeira de qualquer empresa.

Facebook
Twitter
LinkedIn